Por se tratar de um trabalho stricto sensu, pelo qual o aluno adquire o grau acadêmico de mestre, a dissertação possui a finalidade de apresentar temáticas científicas de acordo com as linhas de pesquisas na área de formação escolhida. Ressalta-se que este estudo exige um conhecimento amplo do tema e não deve envolver a mera compilação de textos teóricos, mas apresentar conteúdos relevantes, permitindo o diálogo entre autor e o tema proposto, de forma com que possa ocorrer a devida problematização e consequentemente delimitação do objeto que se pretende pesquisar.

Como desenvolver?

A dissertação de mestrado é desenvolvida a partir de metodologias apropriadas, propiciando o desenvolvimento de hipóteses que devem ser confirmadas ou eliminadas no decorrer do trabalho. Isto é fundamental para uma investigação eficiente e prática de uma reflexão crítica fundamentada e pertinente ao tema.

Como todo trabalho acadêmico, devem-se respeitar os padrões e normas científicas de formatação e desenvolvimento, fazendo uso de divisões temáticas com base na especificidade do mesmo. Para tanto, utilizam-se os mesmos passos de um trabalho monográfico, porém o rigor científico adotado é mais elevado, pois se necessita da ordenação de ideias mantendo uma abordagem reflexiva.